SÍNTESE DE MULITA A PARTIR DE COMPOSIÇÕES CONTENDO ARGILA, ALUMINA E RESÍDUO DE ALUMINA

Referencia Apresentador Autores
(Instituição)
Resumo
02-039
Valmir José Silva Silva, V.J.(Universidade Federal de Campina Grande); Dias, G.(Universidade Federal de Campina Grande); Gonçalves, W.P.(Universidade Federal de Campina Grande); Lima, L.K.(Universidade Federal de Campina Grande); Neves, G.A.(Universidade Federal de Campina Grande); Santana, L.N.(Universidade Federal de Campina Grande); A síntese convencional de mulita é realizada pela reação de mistura de pós sintéticos de óxidos de silício (SiO2) e de alumina (Al2O3) a elevadas temperaturas (>1500°C), além de necessitar de longos tempos de síntese para a completa reação no estado sólido, tornando o processo oneroso dependendo da aplicação a que se deseja. Este trabalho tem como objetivo obter mulita a partir de argila (fonte de sílica), alumina e resíduo de alumina, utilizando tratamento térmico em forno convencional. Estes precursores foram caracterizados por fluorescência de raios X (EDX), difração de raios X (DRX) e análise granulométrica. Posteriormente, foram formuladas composições contendo argila, alumina e resíduo de alumina nas proporções adequadas de acordo com a estequiometria da mulita 3:2, cujas amostras foram caracterizadas por EDX e análise granulométrica. Em seguida, foi realizado o tratamento térmico em forno convencional nas temperaturas de 1300 e 1400°C com taxa de aquecimento de 5°C/min. As amostras obtidas foram caracterizadas por DRX, quantificação de fases e microscopia eletrônica de varredura com EDS (MEV/EDS). Os resultados mostraram que é possível obter mulita a partir de composições contendo argila e resíduo de alumina, cujos percentuais se aproximaram significativamente dos obtidos com as composições contendo argila e alumina.
<< Voltar