Análise da caracterização morfológica e estrutural de massas cerâmicas a partir da variação térmica de síntese e adição de resíduo do beneficiamento de caulim na produção de porcelanatos.

Referencia Apresentador Autores
(Instituição)
Resumo
13-071
Danyella Costa Silva Silva, D.C.(nstituto Federal de Educação, ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, Campus/Natal Central); Varela, M.L.(nstituto Federal de Educação, ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, Campus/Natal Central); Figueredo, M.H.(INSTITUTO FEDERAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE); de Lima, J.S.(INSTITUTO FEDERAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE); Atualmente, vários setores industriais, incluindo o mercado de construção civil, visam o incremento de materiais descartados no meio ambiente, como modo de reutilização, devido uma maior demanda por meios sustentáveis de produção. A abundância de resíduos gerados a partir da indústria de exploração e beneficiamento do caulim é bastante atrativo, visto que a utilização do mesmo não inclui gastos extras nas produções. Este trabalho visou constatar se a inclusão do resíduo de beneficiamento de caulim na massa cerâmica alteraria sua resistência mecânica, assim como se a alteração da temperatura de ciclo de queima adotado em laboratório estaria formando as mesmas fases encontradas em ciclos de queima das industrias cerâmicas que processo de sinterização feita a 1230°C. Para isso, foram feitas quatro massas cerâmicas: uma massa padrão (MP0) sem adição de resíduo de caulim e mais três massas com adições de 8%, 16% e 32%, respectivamente, do resíduo da exploração e beneficiamento do caulim. Os resultados foram obtidos a partir da análise mineralógica por difração de raio X (DRX) que constatou que as massas sinterizadas a 1210ºC apresentaram as mesmas fases encontradas nas massas sinterizadas a 1230ºC, este resultado possibilita a redução da temperatura de sinterização das industrias cerâmicas, além disso, a adição do resíduo de caulim contribuiu no aumento da massa especifica e na maior resistência mecânica do material. Também foram realizadas análises microestruturais por varredura (MEV), para afirmar se a diminuição de temperatura de sinterização não causaria danos às características técnicas do produto final, foi constatado que a adição do resíduo da exploração e beneficiamento do caulim contribuiu para o aumento de mulita como hábito cristalino circular, assim, atuando na melhoria das propriedades mecânicas da matriz vítrea e diminuindo a porosidade encontrada na massa padrão sem adição de resíduo de caulim.
<< Voltar