Processamento e caracterização de cerâmicas ferroelétricas a base de (Bi0.5,Na0.5)TiO3-(Bi0.5,K0.5)TiO3

Referencia Apresentador Autores
(Instituição)
Resumo
10-028
Giovanna Cristina da Silva Batista Lente, M.H.(Universidade Federal de São Paulo); Silva Batista, G.C.(Universidade Federal de São Paulo); Cerâmicas ferroelétricas do sistema (1-x)(Bi0,5, Na0,5)TiO3-z(Bi0.5, K0.5)TiO3 (BNT-BKT) estão entre as composições ferroelétricas mais promissoras para substituírem os materiais ferroelétricos que possuem chumbo em sua composição, tais como o Pb(Zr,Ti)O3. Em particular, as propriedades físicas do BNT-BKT apresentam um máximo para composições químicas na região entre x=0,1 e x=0,25, fato este atribuído as proximidades do contorno de fase morfotrópico (CFM) deste sistema. Todavia, nem o próprio CFM deste sistema ferroelétrico é bem conhecido. Neste trabalho, realizamos um estudo sistemático para a determinação das melhores condições de processamento de cerâmicas ferroelétricas de BNT-BKT, via rota convencional de mistura de óxidos e de sinterização. Através da determinação das melhores condições de calcinação e de sinterização obtivemos cerâmicas de BNT-BKT, com composições próximas ao CFM (x=0; 0,10, 0,175 e 0,25), densas e livres de fases secundárias. Os resultados obtidos de caracterizações estruturais, microestruturais e de propriedades elétricas revelaram a viabilidade de se produzir cerâmicas de BNT-BKT como uma alternativa competitiva as perovskitas ferroelétricas a base de chumbo.
<< Voltar