ANÁLISE DAS PROPRIEDADES MECÂNICAS DO CONCRETO ESTRUTURAL SUBSTITUINDO AGREGADO MIÚDO POR RESÍDUO DE FUNDIÇÃO

Referencia Apresentador Autores
(Instituição)
Resumo
11-044
Niander Cerqueira Aguiar Aguiar, N.C.(Universidade Estadual do Norte Fluminense); Azevedo, A.R.(Instituto Federal Fluminense); Camerini, A.(Faculdade Redentor); O Brasil é um país em acessão, aspirante a país desenvolvido, com isso vários setores da economia vem crescendo juntamente com esse avanço. A área da fundição acompanha esta ascensão, sendo o Brasil o sétimo maior produtor de fundidos do mundo, e esta atividade gera resíduos sólidos, sendo a chamada areia verde o principal deles. O artigo se baseia na substituição de agregados miúdos de concreto por este resíduo de fundição. Para a construção do corpo de prova foi utilizado o traço 3x2x1 (areia, brita e cimento), respectivamente, reduzido à metade para que não tenha desperdício de material. Após verificados valores obtidos em um ensaio com corpo de prova virgem, foram feitos traços substituindo por porcentagens distintas de rejeito de fundição. Os corpos de prova foram curados a temperatura ambiente por sete e vinte e oito dias. Assim, depois de curados foram submetidos a ensaios de compressão aonde tiveram uma ruptura cisalhada e diferentes valores de limite de resistência (MPa). Este estudo tem como principal objetivo, observar os resultados obtidos e com isso, saber se o reaproveitamento da areia verde na composição do concreto pode ser adotado. Com isso, verificar se é possível reutilizar os rejeitos da fundição jogados ao ambiente e dar um finalidade a eles.
<< Voltar