Influência do potencial zeta e pH na atividade catalítica de ferritas NiFe2O4 e ZnFe2O4 para obtenção do biodiesel por reação de esterificação via rota metílica.

Referencia Apresentador Autores
(Instituição)
Resumo
02-054
Joelda Dantas Mapossa, A.B.(Universidade Federal de Campina Grande); Costa, A.C.(Universidade Federal de Campina Grande); Dantas, J.(Universidade Federal de Campina Grande); Neste trabalho propomos investigar a influência do potencial zeta e pH sobre a atividade catalítica de ferritas NiFe2O4 e ZnFe2O4 para obtenção do biodiesel pela reação de esterificação via rota metílica. As ferritas foram sintetizadas por reação de combustão usando um reator com capacidade de produção de 10g do produto por batelada. O produto resultante foi caracterizado por DRX, BET, medidas de potencial zeta e pH. Os resultados de DRX apontaram a formação da fase única para ferrita NiFe2O4 e para a ferrita ZnFe2O4, além da fase primária do espinélio, observou-se traços da segunda fase ZnO. As ferritas apresentaram tamanho de cristalito, cristalinidade e área superficial de 13 e 21nm; 43 e 51% e 97 e 55g/m2. Quanto ao pH e potencial zeta verificou-se que para ferrita NiFe2O4 foi pH = 10 e P.Z = - 28,90 mV, enquanto a ferrita ZnFe2O4 apresentou valores de pH = 5,2 e P.Z = 9,25 mV. As conversões catalíticas foram de 49,08 e 99,06% para ferrita NiFe2O4 e ZnFe2O4, respectivamente. Esses resultados indicam que o potencial zeta e o pH foram as características mais influentes na atividade catalítica desses catalisadores sendo que quanto mais positivo o potencial zeta mais ácido é o catalisador o que o torna mais ativo na reação de esterificação.
<< Voltar