CORROSÃO DE REFRATÁRIOS À BASE DE Al2O3 POR CINZA DE CANA DE AÇÚCAR EM ATMOSFERA REDUTORA

Referencia Apresentador Autores
(Instituição)
Resumo
07-015
Catia Fredericci Fredericci, C.(Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo); Ribeiro, T.R.(Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo); Cruz, I.A.(Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo); Um ponto importante das rotas de produção de gás de síntese, a partir de bagaço de cana-de-açúcar, é o conhecimento da reatividade das cinzas do bagaço com o material refratário do gaseificador. O objetivo desse trabalho foi estudar o efeito de uma cinza de bagaço de cana-de-açúcar na corrosão de um refratário 100% de Al2O3, a 1500 oC/3h, em atmosfera com 2,5% de H2, 77,3% de CO e 20,2% de CO2 (% em volume). Foram realizadas análises microestruturais na interface refratário/cinza fundida, por microscopia eletrônica de varredura (MEV) e por espectroscopia de energia dispersiva (EDS). Foi observada a reatividade de alumina com a sílica, presente na composição da cinza, e a formação de mulita.
<< Voltar