AVALIAÇÃO DA POROSIDADE DA PASTA DE CIMENTO PORTLAND POR ULTRASSOM

Referencia Apresentador Autores
(Instituição)
Resumo
06-048
Esoly Madeleine Bento Santos Santos, E.B.(UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE); Ferronatto, D.L.(UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE); Menezes, V.S.(UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE); Feiteira, J.S.(UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE); O cimento Portland é um dos materiais mais usados no mundo, sendo sendo empregado, principalmente, na produção de concretos e argamassas. As propriedades dos concretos e argamassas são fortemente influenciadas pela microestrutura do material que é composta pelos agregados, produtos de hidratação do cimento e poros. Para a determinação das propriedades mecânicas são utilizados métodos convencionais que são destrutivos, no entanto a utilização desses métodos em uma estrutura em execução é inviável. Uma das formas de contornar esta dificuldade é correlacionar as propriedades com variáveis obtidas em ensaios não destrutivos como na técnica de ultrassom. O objetivo deste trabalho foi avaliar a viabilidade de se estimar a porosidade da pasta de cimento em função da velocidade de propagação de ondas ultrassônicas. Para isso foi realizado o ensaio de uma pasta de cimento com adição de escória de alto forno durante o período de cura de 28 dias com intervalos de sete dias. As amostras foram preparadas com razão água/cimento variando de 0,3 a 0,7. Os resultados indicaram que o monitoramento da variação de velocidade de propagação permitiu que se determinasse, de forma indireta, o efeito da adição de água na porosidade do material e, consequentemente, nas propriedades mecânicas. Tais resultados comparados com métodos convencionais de determinação de propriedades mecânicas se mostraram muito eficientes, com a vantagem de serem não destrutivos.
<< Voltar