AVALIAÇÃO DE PROPRIEDADES DO CONCRETO PRODUZIDO COM AGREGADOS RECICLADOS DA RECUPERAÇÃO DE REVESTIMENTOS CERÂMICOS DE FACHADAS VISANDO APLICAÇÕES NÃO ESTRUTURAIS

Referencia Apresentador Autores
(Instituição)
Resumo
13-093
Adalberto Luiz Rodrigues de Oliveira Rodrigues de Oliveira, A.L.(Universidade Tecnológica Federal do Paraná - Campus Campo Mourão); Oliveira, T.T.(Universidade Estadual de Maringá); Oliveira, V.T.(Universidade Cesumar); Oliveira, D.L.(Universidade Tecnológica Federal do Paraná - Campus Campo Mourão); A intensa transformação urbana atual leva a muitas demolições e reformas de casas e edifícios gerando uma enorme quantidade de entulho de construção civil, que geram problemas ambientais devido à sua disposição final e à exploração de matérias primas. O objetivo geral deste estudo foi gerenciar os resíduos de uma obra, enquadrada como grande geradora de resíduos e gerar concreto com finalidade não estrutural a partir do processamento de resíduos de revestimento cerâmico de fachadas. A obra selecionada possuía 4.231.00 m², para a qual foi elaborado o Plano de Gerenciamento de Resíduos da Construção Civil (PGRCC). Este plano incluiu a quantificação dos resíduos para posterior análise de geração, tendo sido separados os resíduos de revestimento cerâmico para reutilização na elaboração de concretos os quais depois de britados e passados em peneiras, substituíram frações do agregado graúdo (pedra brita) e do agregado miúdo (areia). Foram realizados testes para caracterização do concreto gerado e dos agregados utilizados. Foram elaborados corpos – de – provas (CPs), que foram rompidos para a caracterização da resistência estrutural dos concretos produzidos e também foram realizadas análise granulométrica e de absorção de água. A análise dos resultados permitiu concluir que a aplicação dos agregados graúdos reciclados (AGR) é tecnicamente viável, pois a resistência á compressão e a absorção de água dos CPs contendo diferentes percentuais de reciclados foram pouco alteradas em relação aos concretos de referência. Os concretos com teores de 25 e 50% de AGR chegaram a apresentar resistências mecânicas maiores que o de seus respectivos controle, enquanto os concretos com percentual de agregados miúdos reciclados não apresentaram bom desempenho. O estudo, portanto, vem reforçar resultados alcançados em trabalhos anteriores no que diz respeito ao uso do entulho como agregado, onde se conclui que o seu aproveitamento é perfeitamente viável.
<< Voltar