Cerâmicas Porosas à base de mulita obtida por meio de sinterização reativa de alumina e mulita eletrofundida para utilização como isolante térmico

Referencia Apresentador Autores
(Instituição)
Resumo
07-020
Vera Lúcia Arantes Arantes, V.L.(Universidade de São Paulo); Salomão, R.(Universidade de São Paulo); Souza, L.L.(Universidade de São Paulo); Os materiais cerâmicos são utilizados em vários segmentos do cotidiano, desde utensílios decorativos, até peças de alta complexidade, usadas na área da engenharia. Nas últimas décadas, cerâmicas porosas refratárias vêm ganhando destaque por apresentarem redução no consumo energético, propriedades catalíticas e térmicas únicas, com aplicações como isolantes térmicos para altas temperaturas. Entre as técnicas comumente empregadas na produção desses materiais, destaca-se aquela baseada na geração de poros por meio de transformação de fases. Esse método, que não libera voláteis tóxicos, apresenta uma importante limitação em relação ao uso prolongado em altas temperaturas: os compostos de transição formados após a desidroxilação tendem a acelerar a sinterização, reduzindo a porosidade. É bastante conhecido o fenômeno de que, durante a sinterização em temperaturas elevadas, peças de alumina com alta porosidade, sofrem a eliminação progressiva dos poros presentes. Por essa razão, compostos que dificultam a densificação das peças porosas têm sido adicionados para manter a porosidade originada pela decomposição do hidróxido de alumínio. Nesse trabalho, foi utilizada a mulita eletrofundida, composto capaz de diminuir a taxa de densificação das peças porosas de alumina. O objetivo desse trabalho foi obter cerâmicas porosas moldáveis a partir da mulita eletrofundida em altas temperaturas utilizando a técnica de decomposição de hidróxidos com aplicações na indústria petroquímica e do alumínio. As amostras foram sinterizadas entre 1100ºC e 1500ºC e os resultados mostraram que houve aumento da resistência mecânica com a elevação do teor de mulita eletrofundida incorporada ao sistema. Além disso, o sistema mulita eletrofundida para a composição 0,4-SMT apresentou uma PT = 53,58%, módulo elástico e resistência a compressão (E = 13,03 GPa e ?R = 16,83 MPa).
<< Voltar