EFEITO DA VOLATILIZAÇÃO DE PbO NAS CARACTERÍSTICAS MICROESTRUTURAIS DE CERÂMICAS PIEZOELÉTRICAS A BASE DE PbTiO3

Referencia Apresentador Autores
(Instituição)
Resumo
10-058
Michel Marcos Jordão Miranda Jordão Miranda, M.M.(Universidade Federal de São Carlos); Estrada, F.R.(Universidade Federal de São Carlos); Garcia, D.(Universidade Federal de São Carlos); Eiras, J.A.(Universidade Federal de São Carlos); Durante o processamento em pequena escala de cerâmicas piezoelétricas a base de PbO, sistemas fechados e com controle de atmosfera são usualmente utilizados para evitar-se a variação estequiométrica devido à volatilização desse óxido. Neste trabalho, analisou-se o impacto da volatilização de PbO nas características microestruturais de corpos cerâmicos do sistema ferroelétrico (Pb,Ca)TiO3, sinterizados sob condições tradicionalmente utilizadas em casos de queima em fornos do tipo mufla. Os compactos cilíndricos, em conjunto de três, obtidos a partir de pós preparados por reação de estado sólido, foram empilhados no interior de um sistema base+cadinho de Al2O3. Esse sistema foi vedado com pó-atmosfera a base de PbZrO3 + 10% em peso de ZrO2 e sujeito à sinterização, em 1200oC, por 3h. Utilizando o programa livre ImageJ para analisar as imagens obtidas por microscopia eletrônica de varredura, foram levantadas as distribuições de tamanho de grão ao longo dos eixos longitudinal e transversal do empilhamento. Verificou-se diferenças significativas em relação ao tamanho médio, à dispersão do tamanho e ao formato do grão em função das distâncias ao centro dos eixos e entre cada eixo. Grãos arredondados e microestrutura porosa foram encontrados nas áreas de maior contato com a atmosfera do cadinho. Esses resultados mostraram que, para as condições de sinterização adotadas, a volatilização de PbO envolveu não apenas caminhos difusivos de superfície, mas, também, de contorno e de volume do grão.
<< Voltar