Análise Microestrutural da Superfície de Oxidação de Compósitos ZrB2-SiC

Referencia Apresentador Autores
(Instituição)
Resumo
16-007
Rosa Maria da Rocha Rocha, R.M.(Instituto de Aeronautica e Espaço); Assis, J.M.(Instituto de Aeronáutica e Espaço); O diboreto de zircônio (ZrB2) é um material que lidera a categoria de cerâmicas de ultra-alta temperatura devido suas propriedades únicas, dentre elas o seu elevado ponto de fusão (3245 °C) e baixa densidade em relação aos demais materiais desta categoria (6,1 g/cm3). Estas propriedades o tornam um potencial candidato para aplicação em sistemas de barreira térmica em veículos hipersônicos e de reentrada atmosférica. A adição de reforço de SiC como segunda fase ao ZrB2 tem apresentado aumento na resistência a flexão, tenacidade a fratura e especialmente aumento na resistência a oxidação. O presente trabalho tem por objetivo apresentar resultados da análise microestrutural da superfície oxidada de compósitos ZrB2-SiC. Foram observadas por microscopia eletrônica de varredura (MEV) utilizando imagens de elétrons retroespalhados amostras de ZrB2-SiC oxidadas em dois tratamentos térmicos diferentes: 1100 °C/4h e 1400 °C/1h. No tratamento de 1100 °C/4h foi observado a formação de cristais de ZrO2 na superfície do grão de ZrB2. Nas amostras oxidadas a 1400 °C foi observada a formação de uma fase vítrea devido a oxidação do SiC formando uma camada passivadora de SiO2 com alguns cristais de ZrO2.
<< Voltar