Estudo das propriedades termomecânicas em refratários aluminosos formados a partir de matérias-primas de alta reatividade

Referencia Apresentador Autores
(Instituição)
Resumo
07-021
Adriano Alves Rabelo Marinho, A.R.(Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará); Rabelo, A.A.(Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará); Oliveira, R.M.(UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE); Os refratários do sistema alumina-zircônia-sílica destacam-se devido suas excelentes propriedades operacionais, contudo, a zircônia estabilizada pode limitar seu uso por ocasionar baixa resistência ao choque térmico. A adição de sílica tende a favorecer formação de mulita, que pode auxiliar na solução de tal problema e ainda conferir outras características notáveis a esses produtos. Neste trabalho foram avaliadas diferentes formulações a fim de se chegar às melhores condições de mulitização nesses refratários, bem como avaliar a influência de diferentes tratamentos térmicos em relação ao ensaio de dano ao choque térmico. Corpos de prova foram conformados uniaxialmente, sinterizados a 1400 °C, 1500 °C e 1600 °C e os melhores resultados foram submetidos ao choque térmico, onde notou-se a preponderância da baixa granulometria das matérias-primas para formação de mulita e de que forma os tratamentos térmicos podem otimizar as propriedades finais, avaliadas também por ensaios mecânicos (compressão diametral e flexão em três pontos), difração de Raios-X, EDS e microscopia (óptica e eletrônica de varredura).
<< Voltar