ANÁLISE ESTATÍSTICA DO AUMENTO DA RESISTÊNCIA A COMPRESSÃO DO CONCRETO DE CIMENTO PORTLAND UTILIZANDO PÓ DE VIDRO PLANO

Referencia Apresentador Autores
(Instituição)
Resumo
11-001
Edson Jansen Pedrosa Miranda Jr. Miranda Jr., E.J.(IFMA); Santana, E.E.(UEMA); Paiva, A.E.(IFMA); Milhões de toneladas de embalagens de vidro são produzidas todo ano e parte da matéria-prima é reciclada na forma de cacos. A utilização de resíduo vítreo como agregado do concreto de cimento Portland vem sendo estudada, entretanto, existem poucos países utilizando-o. Ademais, o pó de vidro plano, com aplicação em concreto estrutural, foi muito pouco estudado. Este trabalho teve como principal objetivo realizar uma análise estatística para a avaliação da influência da incorporação de pó de vidro plano na resistência a compressão do concreto cimento Portland. Foram utilizadas as porcentagens de resíduos vítreos de 5%, 10% e 20%, em substituição à areia, e relações água/cimento (a/c) 0,50, 0,55 e 0,58. Para a análise estatística, foram utilizados o teste de Tukey, a ANOVA (análise de variância) e o teste de normalidade de Shapiro-Wilk. Ademais, utilizou-se o método dos mínimos quadrados para verificar a relação entre a resistência a compressão e o índice de vazios para as três relações a/c. A análise estatística aponta para uma qualidade satisfatória dos resultados do ensaio de resistência a compressão. Nós sugerimos que é viável a utilização do pó de vidro plano, como agregado miúdo do concreto de cimento Portland, com aplicação estrutural para a relação a/c 0,50 e para a relação a/c 0,55 com 20% de resíduo vítreo.
<< Voltar