ANÁLISE DA FORMAÇÃO DE EFLORESCÊNCIA NOS BLOCOS CERÂMICO EM RUSSAS-CE

Referencia Apresentador Autores
(Instituição)
Resumo
03-003
Lídia Bruna Teles Gonzaga Gonzaga, L.B.(Universidade Federal Rural do Semi-Árido); Costa e Silva, J.(Universidade Federal Rural do Semi-Árido); Paiva, L.B.(Universidade Federal Rural do Semi-Árido); Este trabalho teve como objetivo principal investigar os fatores que governam o aparecimento do fenômeno da eflorescência e compreender a ação dos sais solúveis em blocos cerâmicos fabricados com argila vermelha, utilizados para elevação de alvenarias, no município de Russa-CE. As eflorescências são patologias indesejáveis causadas por sais solúveis que se cristalizam na superfície do material, afetando a estética da alvenaria e até mesmo a sua estrutura. Com base nisso, foram realizados ensaios, segundo o método 23 adotado pela Embrapa, quantificando através da condutividade elétrica à concentração de sais solúveis presentes nos blocos cerâmicos e nas suas matérias-primas. Assim, podendo ter conhecimento de qual fase e componente no processo de fabricação são mais susceptíveis a gerar essa patologia. Os resultados obtidos permitiram identificar que a argila possui uma concentração de sais solúveis maior, comparada com a água de poço utilizada para a fabricação do bloco e o aparecimento de eflorescência está diretamente associado às características do processamento de fabricação e armazenamento dos blocos cerâmicos.
<< Voltar