Caracterização de blocos pré-sinterizados de ZrO2-Y2O3, desenvolvidos por rota de prensagem isostática

Referencia Apresentador Autores
(Instituição)
Resumo
12-003
Claudinei Santos Campos, L.Q.(Universidade estadual do Rio de Janeiro); Campos, S.V.(Universidade do Estado do Rio de Janeiro); De Souza, Y.C.(Universidade do Estado do Rio de Janeiro); MAGNAGO, R.O.(Universidade estadual do Rio de Janeiro); Santos, C.(Universidade estadual do Rio de Janeiro); Júnior, R.B.(centro universitário de volta redonda); No ramo da odontologia, as técnicas de fabricação por prototipagem CAD-CAM se destacam pela possibilidade de confecção de peças cerâmicas com alta riqueza de detalhes e precisão dimensional, sendo a zircônia muito utilizada na odontologia pelas suas características mecânicas e estéticas, apresentadas, na substituição a dentes naturais. Neste trabalho são caracterizadas as propriedades da zircônia pré-sinterizada previamente compactada por prensagem isostática, em comparação com blocos obtidos por prensagem uniaxial. Difração de raios X e microscopia eletrônica de varredura, foram utilizadas para caracterizar os produtos pré-sinterizados. Em seguida corpos de prova cilíndricos foram usinados em diferentes regiões de blocos de 100mm de diâmetro x 22mm de espessura, e sinterizados a 1530-2h. Após sinterização, as amostras foram medidas identificando a retração pontual em diferentes setores do bloco. Além disso, densidade relativa foi medida e fases cristalinas e microestrutura foram avaliadas. As propriedades mecânicas de dureza, tenacidade à fratura e resistência a flexão foram avaliadas. Os resultados indicam que os blocos pré-sinterizados (uniaxial e isostático) apresentam fase cristalina composta de ZrO2-tetragonal e monoclínica. Os aspectos estruturais indicam que esses blocos apresentam porosidade bem distribuída e independente do processo inicial de fabricação, e que a densidade a verde é da ordem de 80%. Após sinterização ambos materiais apresentaram unicamente a fase cristalina tetragonal e microestrutura com grão da ordem de 0,8micron. Os materiais apresentam dureza superior a 1200HV, tenacidade acima de 8MPa.m1/2 e resistência a flexão superior a 900MPa. As maiores diferenças apresentadas pelos materiais estão relacionadas a variação de retração apresentada pelos materiais prensados uniaxialmente, os quais apresentam retrações finais entre 18,8% e 21%, nos materiais prensados isostaticamente, essa diferenças não superam 0,4% independente da região analisada, indicando maior homogeneidade nestes blocos.
<< Voltar