Incorporação de resíduos de construção civil do CNAT-IFRN na formulação de massa para cerâmica branca

Referencia Apresentador Autores
(Instituição)
Resumo
04-002
Dante Lima Fernandes Fernandes, D.L.(Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte); Souza, M.M.(IFRN); Nóbrega, L.P.(Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte); Gomes, Y.S.(Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte); Atualmente há uma grande preocupação com relação à sustentabilidade, prova disso é o crescimento do reuso de materiais considerados inutilizáveis. No IFRN/Campus Natal Central está havendo uma reforma nas garagens dos ônibus, produzindo assim rejeitos de granito. Visando a diminuição de resíduos, que poderiam poluir ainda mais o meio ambiente, assim como a redução de exploração de jazidas de quartzo e feldspato, componentes amplamente utilizados para esses fins, foi-se introduzido esse material na massa para revestimento cerâmico. Para tanto, foram feitas formulações substituindo parte do feldspato e do quartzo, todos em 200# (mesh), já que sua composição química é semelhante. Foram feitas peças no forno MUFLA em diferentes temperaturas para comparação de resultados. Com os corpos de prova já prontos, foram realizados ensaios físicos para determinação da melhor formulação com uso de rejeito de granito dessa obra na confecção de peças cerâmicas para grés porcelanato.
<< Voltar