AVALIAÇÃO TÉRMICA DA APLICAÇÃO DE MÉTODO OXIDATIVO AVANÇADO PARA REMOÇÃO DE LIGNINA DE BIOMASSA

Referencia Apresentador Autores
(Instituição)
Resumo
13-031
Elvia Leal Figueiroa, D.S.(Universidade Federal de Campina Grande); Oliveira, S.S.(Universidade Federal de Campina Grande); Veloso, R.P.(Universidade Federal de Campina Grande); Conrado, L.d.(Universidade Federal de Campina Grande); Franklin, G.F.(Universidade Federal de Campina Grande); Leal, E.(Universidade Federal de Campina Grande); Morais, C.R.(Universidade Federal de Campina Grande); A busca por fontes energéticas renováveis vem crescendo em um cenário marcado por crises econômicas, pressões por um planeta sustentável e pela alta demanda de energia. Visando sanar todas essas exigências, cresce o interesse pela produção de combustíveis a partir de materiais lignocelulósicos alternativos. Apesar de abundante, esses materiais precisam de tratamentos para diminuir sua resistência à hidrólise, que ocorre principalmente devido à presença de lignina. Nesse âmbito, surge a necessidade de desenvolver métodos que permitam deslignificar a biomassa, deixando livre a celulose necessária para a produção de etanol. O reagente fenton, muito utilizado para o tratamento de efluentes, é utilizado nesse trabalho com o objetivo de reduzir o teor de lignina do bagaço de sisal. Foram testadas diferentes concentrações do íon Fe2+ e peróxido de hidrogênio, além de diferentes tempos de ração. O consumo do peróxido de hidrogênio foi verificado ao final de cada experimento, comprovando que a reação de fenton foi realizada e seus efeitos foram observados em termoanálises. Os resultados mostram a mudança do perfil térmico da biomassa após a aplicação do pré-tratamento. A análise das curvas possibilitam a inferência de resultados positivos quanto a redução do teor de lignina e, também, maior exposição de celulose.
<< Voltar