EFEITO DA ADIÇÃO DA VERMICULITA EXPANDIDA NAS PROPRIEDADES TECNOLÓGICAS DE MATERIAIS CERÂMICOS DE BASE ARGILOSA

Referencia Apresentador Autores
(Instituição)
Resumo
01-023
Rivaldo Lins Rocha Filho Rocha Filho, R.L.(UFPB); dos Santos, G.R.(UFPB); Campos, L.F.(UFPB); de Macedo, D.A.(UFPB); Ferreira, H.S.(UFPB); Dutra, R.P.(UFPB); A vermiculita é um mineral formado por hidratados de alumínio e magnésio. No estado natural, esse mineral apresenta uma alternância de camadas de mica e camadas duplas de água. Possui propriedade de expandir-se rapidamente, perpendicularmente aos planos de clivagem. Quando aquecida pode aumentar em dez vezes o volume original. A vermiculita expandida apresenta baixa condutividade elétrica e quando misturada ao cimento ou ao gesso, em composições de argamassas, funciona como isolante térmico e absorvente acústico. Contudo, o efeito da adição da vermiculita a massas argilosas para fabricação de blocos cerâmicos tem sido pouco estudada, sendo este o objetivo deste trabalho. No procedimento experimental, todas as matérias primas utilizadas neste estudo foram caracterizadas com ensaios de físicos e químicos, incluindo análise térmica, análise química e composição das fases presentes. A vermiculita foi mistura a uma massa argilosa em diferentes percentuais, com adições de 0%, 10% e 20% de vermiculita, conformados corpos de provas por prensagem e sinterizados a 850 °C, 950 °C, 1050°C. Ensaios tecnológicos dos produtos finais foram realizados. Pode-se concluir que a adição da vermiculita a massa argilosa proporciona um aumento da porosidade fechada do produto cerâmico, e consequentemente, diminui a condutividade térmica e acústica do produto.
<< Voltar