Avaliação da porosidade aparente e absorção de água da massa cerâmica para porcelanato em função da incorporação de resíduo de caulim.

Referencia Apresentador Autores
(Instituição)
Resumo
13-042
Juliene do Nascimento Menezes Menezes, J.d.(Instituto Federal de Educação, ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, Campus/Natal Central); Varela, D.d.(Instituto Federal de Educação, ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, Campus/Natal Central); Varela, M.L.(nstituto Federal de Educação, ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, Campus/Natal Central); O Caulim é definido como uma argila modificada cujo componente mineral principal é a caulinita, é extraído das jazidas de caulim, por empresas de exploração e beneficiamento do mesmo, porém a extração e o beneficiamento do caulim é responsável pela geração de uma quantidade considerável de resíduo durante o processo. De acordo com as informações fornecidas pelas empresas do setor para cada tonelada de caulim extraído, ao final do beneficiamento, apenas 250 kg de caulim é considerado comercial¸ utilizado em vários segmentos, como: tintas, esmalte, maquiagem, borracha, indústria têxtil, cerâmica entre outros. Enquanto que 750 kg, são descartados como rejeito, esse descarte gera impacto ambiental negativo ao meio ambiente e a sociedade, uma vez que não por parte das empresas geradoras um plano de gerenciamento de tal resíduo. Desta forma, se faz necessário o estudo desse resíduo, tendo em vista a possibilidade de utilização do mesmo, dando destino específico para esse material com grande potencial de reutilização. Para isso foram adicionadas diferentes porcentagens do resíduo de caulim, na massa cerâmica para porcelanato, de 1 a 32% da massa padrão, para avaliação da influência na minimização da porosidade na massa de porcelanato. O objetivo principal desde trabalho é a minimização dos impactos ambientais negativos causado pelo despejo deste resíduo na natureza e a diminuição do passivo das empresas geradoras do mesmo.
<< Voltar