Caracterização do solo proveniente do município de Muriaé - MG para produção de artefatos cerâmicos.

Referencia Apresentador Autores
(Instituição)
Resumo
01-002
Jonas Alexandre Azevedo, A.R.(Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro); Alexandre, J.(Universidade Estadual do Norte Fluminense); Xavier, G.d.(Universidade Estadual do Norte Fluminense); Cerqueira, N.A.(Universidade Estadual do Norte Fluminense); Petrucci, L.J.(Universidade Candido Mendes); Marvila, M.T.(Universidade Estadual do Norte Fluminense); Monteiro, S.N.(Instituto Militar de Engenharia); Santos, D.P.(Universidade Cândido Mendes); Prellwitz, M.F.(Universidade Cândido Mendes); Zanelato, E.B.(Universidade Estadual do Norte Fluminense); A crescente preocupação com a qualidade da cerâmica vermelha e com o uso racional dos recursos naturais utilizados por ela, tem motivado a diversas pesquisas em busca de uma otimização de seu uso. O município de Muriaé está localizado no estado de Minas Gerais e exerce um importante papel na economia regional, seu parque ceramista ainda e pequena se considerados a outros, como o de Campos dos Goytacazes – RJ. Este trabalho tem como objetivo a caracterização, através de ensaios de granulometria, Limites de Atterberg, umidade e analise química para um conhecimento do solo, que será coletado em jazidas localizadas no município de Muriaé - MG. Este conhecimento traz maior percepção quanto a algumas dificuldades a serem enfrentadas pelos processos produtivos. Com os resultados encontrados pode-se verificar a viabilidade do uso deste solo para aplicação nas cerâmicas vermelhas, estando nos valores próximos aos encontrados na literatura existente, principalmente para a produção de blocos cerâmicos, podendo ser usado no processo de extrusão ainda busca-se a diminuição do empirismo e aumentando a qualidade dos produtos.
<< Voltar