COMPÓSITOS CIMENTÍCIOS SUSTENTÁVEIS COM ADIÇÃO DE CINZAS DE BAGAÇO DE CANA-DE-AÇÚCAR: POTENCIAL DE REDUÇÃO DE EMISSÃO DE CO²

Referencia Apresentador Autores
(Instituição)
Resumo
13-010
Micheli Nascimento Rezende, M.F.(IFSULDEMINAS); Machado, F.S.(Instituto Federal Do Sul De Minas Gerais); Bezerra, A.C.(Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais); Gouveia, A.C.(Universidade Federal de Ouro Preto); Alencar, B.Q.(Instituto Federal Do Sul De Minas Gerais); Nascimento, M.(Instituto Federal Do Sul De Minas Gerais); O processo de crescimento industrial acelera o consumo de matérias-primas e aumenta a geração resíduos, os quais ainda não tem sido plenamente utilizados. Em setores, como o Agroindustrial, onde as taxas de crescimento são elevadas, há expressiva geração de resíduos. Uma parte desses resíduos, especialmente de cana-de-açúcar, contribui para o crescente aumento da quantidade de resíduos gerados no processo, em grande parte das vezes sem utilização racional, contribuindo para aumentar os elevados níveis de poluição ambiental. No entanto, muitas alternativas vêm sendo pesquisadas para a redução da poluição causada ao meio ambiente por esses resíduos por meio da criação de processos de reciclagem e reaproveitamento, no intuito de gerar renda e emprego aos setores envolvidos. Neste sentido, o presente trabalho avaliou a utilização das cinzas do bagaço da cana-de-açúcar (CBCA), geradas em caldeira de termoelétricas, em substituição parcial do clínquer na produção do cimento. O estudo analisou as propriedades de concretos de baixo impacto ambiental no estado endurecido, produzidos com aproveitamento de CBCA nos teores de 0, 10, 20 e 30% de substituição do cimento Portland. Os resultados encontrados foram satisfatórios e foi estimada a redução de emissão de dióxido de carbono em decorrência da redução da quantidade de cimento e incorporação da CBCA ao compósito. As reduções de emissão de dióxido de carbono calculadas indicam um elevado potencial de uso da CBCA na produção de compósitos.
<< Voltar