Utilização de descarte de resíduos têxtil (poliamida/poliéster), como agregado, em compósito cerâmico de matriz cimentícia

Referencia Apresentador Autores
(Instituição)
Resumo
11-030
Petterson Borges Machado Machado, P.B.(ESTACIO DE SÁ); Pessoa, J.R.(Universidade Estadual de Santa Cruz); de Assis, J.T.(Universidade do Estado do Rio de Janeiro); de Carvalho, G.(Universidade do Estado do Rio de Janeiro); Dominguez, J.S.(Universidade do Estado do Rio de Janeiro); A necessidade de reduzir os impactos ambientais gerados pelo descarte irregular de resíduos têxteis gerados pelas confecções em geral e pelos impactos ambientais gerados pela extração de recursos naturais, areia natural, por exemplo, essencial à construção civil, além disso a imprescindibilidade de aprimorar cada vez mais compósitos cerâmicos de matriz cimentícia, como o concreto, novas alternativas estão sendo utilizadas. São apresentadas algumas características físicas, vantagens e viabilidade do uso do pó proveniente do processamento de resíduos têxteis que são descartados por confecções e industrias de tecido e estudada a sua utilização na substituição parcial do agregado miúdo natural (areia) na produção de concretos de cimento Portland convencionais, compósitos de matriz cimentícia. Uma relação água-cimento foi convencionada a um concreto usual com resistência esperada de 28 MPa. Com estes dados foi definido um traço para o concreto utilizando 5% e 15% de agregado pó de tecido, substituindo a areia. São apresentados os resultados de resistência à compressão axial dos corpos de prova cilíndricos de concreto aos 28 dias. Verificou-se que as amostras não apresentaram diferenças significativas de resistência entre si. Ademais, foi observado um pequeno aumento gradual com relação às resistências de um concreto convencional produzido somente com agregado miúdo natural, quando aumentada a quantidade percentual de substituição do agregado por pó de tecido.
<< Voltar