OBTENÇÃO DA Fe3O4 POR REAÇÃO DE COMBUSTÃO EM REATOR DE MICROONDAS PARA APLICAÇÃO BIOMÉDICA

Referencia Apresentador Autores
(Instituição)
Resumo
02-060
Renally Mota Rodrigues Leite, R.B.(Universidade Federal de Campina Grande); Batista, H.d.(Universidade Federal de Campina Grande); Araújo, P.M.(Universidade Federal de Campina Grande); Nepomuceno, F.G.(Universidade Federal de Campina Grande); Santos, P.T.(Universidade Federal de Campina Grande); Araujo, R.M.(UFCG); Dias, G.(Universidade Federal de Campina Grande); Costa, A.C.(Universidade Federal de Campina Grande); Rodrigues, R.M.(Universidade Federal de Campina Grande); Por apresentar características magnéticas de alta permeabilidade, baixa toxicidade, estabilidade química e natureza não carcinogênica, a magnetita vem sendo utilizada para aplicações biotecnológicas e biomédicas, tais como: biosseparação, carreador e transporte de fármacos, agente de contraste em ressonância magnética, radioterapia, transportador para as macromoléculas oligonucleótideas e enzimas. Neste trabalho, foram obtidas nanopartículas de magnetita (Fe3O4),em um cadinho de silica vítrea, onde foram adicionados os precursores: nitrato de ferro e glicina como combustível. A reação de combustão, ocorreu em reator de microondas. A síntese foi conduzida sob atmosfera inerte de N2 com fluxo constante de 900mL/s, tempo de gás de arraste (purga) de 5 min. A magnetita, foi caracterizada por difração de raios X, espectrometria de infravermelho por transformada de Fourier e microscopia eletrônica de varredura. A magnetita sintetizada por reação de combustão apresentou característica nanométrica, com a formação da fase principal Fe3O4 e traços de segunda fase Fe2O3. No espectro de infravermelho, observou-se a banda de absorção por volta de 566 cm-1,correspondente ao estiramento Fe-O, da estrutura espinélio. Na micrografia observou-se a formação de aglomerados esponjosos de formato irregular. O entendimento da síntese e das propriedades estruturais e morfológicas da magnetita permite auxiliar a aplicação da Fe3O4 na área biomédica.
<< Voltar