Vitrocerâmicas de interesse aeronáutico a partir da cristalização do sistema SiO2-Al2O3-MgO-Li2O com adição de ZrO2, TiO2 e Fe3O4 (Fe2O3 FeO)

Referencia Apresentador Autores
(Instituição)
Resumo
08-022
Francisco Cristovâo Lourenço De Melo Melo, F.C.(Instituto de Aeronáutica e Espaço); Brosler, P.O.(Faculdade de Engenharia de Guaratingueta); Assis, J.M.(Instituto de Aeronáutica e Espaço); Campos, E.D.(FEG - UNESP); Lopes, C.M.(IAE); Vitrocerâmicas associam alto desempenho com facilidade de manufatura, pois podem ser conformadas como se fossem vidros, associada às propriedades mecânicas dos materiais cerâmicos cristalinos. Neste trabalho foi utilizado como base o sistema LAS (Lítio-Alumino-Silicato), com nucleação a partir de óxido de zircônio (ZrO2) e óxido de titânio (TiO2). Tem-se como objetivo pesquisar e desenvolver vitrocerâmicas de alta resistência mecânica para aplicação em blindagem balística. As etapas foram; formulação e fusão dos vidros, seguida por recozimento e tratamento térmico para obtenção das vitrocerâmicas. Posteriormente, foi feita a preparação materiolográfica das amostras, medidas de microdureza Vickers, difração de raios-X, análise térmica (DSC), determinação da tenacidade à fratura (KIC), quantificação de fases cristalinas através do método de Rietveld e ensaio balístico. Tratamentos térmicos com longos patamares de nucleação e de cristalização resultaram em vitrocerâmicas com microdureza acima de 10 GPa. Através dos ensaios balísticos, foi comprovado que as vitrocerâmicas estudas são fortes candidatas a aplicações balísticas, devido ao excelente desempenho apresentado.
<< Voltar