Guilherme Frederico B. Lenz e Silva, Visiting Scholar na Brown University / LEHN (Laboratory for Environmental and Health Nanoscience), pós-doutorado em nanotecnologia no Department of Materials do Imperial College London (2006-2007. Foi visiting researcher no Department of Engineering Materials da The University of Sheffield/UK. Possui doutorado em Engenharia Metalúrgica obtido no Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais da Universidade de São Paulo (2000-2004. No período de 1999 a 2000, concluiu o MBA em Gestão e Tecnologias Ambientais na Escola Politécnica da USP. Em 2008, concluiu a especialização em Engenharia de Segurança, do Curso de Especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho da Universidade Federal de Minas Gerias (CEEST/UFMG). É graduado em engenharia Metalúrgica pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG/1991-1996). No período de 1997 a 2000, foi engenheiro da COSIPA (atual USIMINAS-Cubatão) atuando na área de aciaria, refino primário, pré-tratamento de gusa, refino secundário, calcinações e em projetos ambientais e de gestão da qualidade. No período de 2000 a 2010. Atuou como pesquisador sênior do Centro de Pesquisa “Antônio Mourão Guimarães” da empresa Magnesita Refratários S/A. Nos últimos anos, atuou como consultor técnico e docente em treinamentos para empresas como: Votorantim Metais, CBA, VALE S/A, CBMM, ABM, Banco Santander, GERDAU, entre outras. Atualmente é professor do Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo.

 

Materiais de Carbono & Refratários: da era do piche ao futuro do grafeno

Guilherme Frederico B. Lenz e Silva

Escola Politécnica da Universidade de São Paulo

Resumo
O carbono é um elemento essencial à vida, ele está associado com a produção energia nas células, está presente nos combustíveis fósseis e renováveis e, participa também como elemento chave do processo de aquecimento global. Contudo, as estruturas nanométricas de carbono apresentam novas propriedades e funcionalidades que poderão mudar a indústria de materiais refratários seja pelo lado do desenvolvimento de materiais inteligentes, seja pelo aumento da vida útil ou customização de dispositivos refratários para aplicações específicas onde desempenho, custo, propriedades termomecânica e mesmo elétricas irão possibilitar o desenvolvimento das novas tecnologias e mais segurança nos equipamentos de transporte, manuseio, operação e transformação dos metais.


Copyright © 2015-2020 Metallum. Todos direitos reservados.
Site produzido por: SITESP.NET