Paulo César Evangelista, Diretor Comercial América do Sul – Kerneos do Brasil MBA em Admnistração de Negócios – FGV Engenheiro de Materiais Ceramicos – UFSCar 12 anos em Controle de Qualidade, Desenvolvimento e Aplicação de refratários. 21 anos em SGQ e Processo de moagem de Cimento Aluminoso, ISO 9001, Suporte Técnico a clientes e Atividades comerciais.

 

Novos Compostos Ativos Para Concretos Refratários

Paulo César Evangelista

Kerneos do Brasil Comercial Ltda.

Resumo
A consistência de qualidade de concretos secos, a regularidade durante a instalação e a segurança durante o processo de secagem são itens que demandam atenção especial objetivando adequação de tempo e custos na aplicação de concretos refratários empregando as tecnologias existentes. Uma gama de Compostos Ativos foi desenvolvida com o propósito obter concretos refratários mais robustos. Como exemplo, tres novos Compostos ativos são discutidos. Apresentam-se resultados de um novo sistema de defloculação que estabiliza a fluidez e o tempo de pega do concreto de baixo cimento quando se tem variações em teor de impurezas em matérias-primas como a sílica volatilizada. Para o caso de concretos Alumina-Espinélio e Alumina-Magnésia mostram-se resultados empregando um Composto Ativo que objetiva não apenas excelente fluidez com mínimo de água como também com menor impacto de variações de temperatura ambiente sobre o tempo de pega e a trabalhabilidade. Em um terceiro exemplo se mostram resultados de otimização da permeabilidade de concretos objetivando aumentar a robustez do concreto e a segurança durante as etapas críticas de secagem. Todos os tres Compostos Ativos tem em comum a facilidade de dosagem na mistura do concreto seco em processos industriais empregando-se um saco por ton de concreto possibilitando eliminar erros de dosagem aumentando a regularidade do produto final.


Copyright © 2015-2020 Metallum. Todos direitos reservados.
Site produzido por: SITESP.NET