Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/storage/2/fe/74/metallum1/public_html/TTT2012/classes/conexao.php on line 13
Programa Preliminar - Ebrats 2012

Caracterização Térmica de Argilas Organofílicas Destinadas à Remoção de Óleos Combustíveis

Referencia Apresentador Resumo Confirmado
04-013
Onelia Aparecida Andreo dos Santos Bilhões de metros cúbicos de água de descarte contendo compostos orgânicos e oleosos são gerados diariamente no mundo. Em decorrência dos perigos ambientais e ao homem, que podem ser causados por estes compostos as legislações ambientais no mundo e, em particular no Brasil, tem se tornado cada vez mais rigorosas obrigando as indústrias a tratarem esta água. As argilas organofílicas, preparadas a partir de sais quaternários de amônio, destacam-se como adsorventes por possuírem grande afinidade por compostos orgânicos e, assim, estão sendo largamente estudadas na adsorção e retenção de resíduos industriais perigosos, especialmente na separação de compostos orgânicos da água. As argilas organofílicas são utilizadas no tratamento de águas contaminadas, tratamento de efluentes industriais, no revestimento de tanques de óleo ou gasolina e em revestimentos de aterros. Por outro lado, a caracterização do adsorvente e o conhecimento do efeito das propriedades físicas e químicas na dinâmica de adsorção dos componentes em sistema experimental são imprescindíveis para o projeto dos processos adsorção. Neste trabalho foram preparadas argilas organofílicas a partir de uma argila esmectita sódica comercial nacional, denominada por Fluidgel e do brometo de hexadeciltrimetilamônio (HDTMA). As argilas, comercial e organofílica, foram caracterizadas por Termogravimetria (TG) e Calorimetria Exploratória Diferencial (DSC). As análises térmicas foram realizadas com vazão 50mL/min de N2 gasoso, na razão de aquecimento 10ºC/min, desde a temperatura ambiente até 1000ºC para TG e Até 500ºC para DSC. As análises térmicas das argilas organofilicas apresentaram curvas nas quais foi possível constatar a perda de HDTMA, não observadas nas análises térmicas para a argila comercial, evidenciando a eficiência do processo de organofilização deste material. SIM
<< Voltar