14° Congresso da Sociedade Latino Americana de Biomateriais, Orgãos Artificiais e Engenharia de Tecidos – SLABO
(5ª Edição do Workshop de Biomateriais, Engenharia de Tecidos e Orgãos Artificiais – OBI)
20 a 24 de Agosto de 2017 - Maresias - SP - Brasil

Monica B. Mathor, Gerente de Pesquisas & Desenvolvimento CTR Ipen.

 

O papel dos bancos de tecidos no desenvolvimento da engenharia tecidual

Monica B. Mathor

Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN)

Resumo
O processamento por radiação ionizante de tecidos biológicos visa eliminar possíveis contaminações microbiológicas, promovendo a esterilização e, assegurando a preservação adequada do tecido durante armazenamento e segura para a utilização destes tecidos em transplantes. Como fontes de radiação mais utilizadas no processamento destes materiais destacam-se o emprego de irradiadores com fonte de cobalto-60 e feixes de elétrons, utilizando aceleradores de elétrons. Dentre os principais tecidos irradiados destacam-se pele, ossos, cartilagem, tendões e membrana amniótica, podendo ser utilizados tanto na medicina, quanto na odontologia. Estes tecidos, combinados com o cultivo de células do próprio paciente, também podem ser utilizados na engenharia tecidual para o implante direto ou servindo como “padrão ouro” para o desenvolvimento de novos arcabouços utilizando biomateriais. Por aproximadamente duas décadas o Centro de Tecnologia das Radiações – CTR, do IPEN/CNEN-SP tem processado materiais biológicos para bancos de tecidos. A presente palestra objetiva apresentar o estado da arte, bem como detalhar a experiência do instituto no processamento por radiação ionizante destes materiais

Copyright © 2016-2017 Metallum. Todos direitos reservados.
Site produzido por: SITESP.NET

Órgãos Artificiais e Biomecânica,Biomateriais,Normatização de Biomateriais,Liberação Controlada de Fármacos e Genes,Engenharia de Tecidos, Testes in vivo e in vitro, Medicina Regenerativa,Biopreservação,Materiais para Odontologia