Regulamentação e garantia da qualidade de combustíveis de aviação sustentáveis


05/06 – Quarta-feira - 08:30h as 12:30h

O crescimento do transporte aéreo e os compromissos internacionais e nacionais de redução de emissões de GEE na aviação.
Conceitos: querosene de aviação fóssil; querosene de aviação alternativo; querosene de aviação sustentável; bioquerosene; gasolina de aviação. 
A ASTM e o desenvolvimento de normas técnicas para combustíveis de aviação.
Especificação internacional do QAV fóssil (ASTM D1655).
Principais ensaios para certificação do QAV.
Aprovação de novos querosenes de aviação alternativos: protocolo de testes segundo ASTM D4054.
Principais rotas de produção de QAV alternativo.
Especificação internacional QAV alternativo (ASTM D7566).
O papel da ANP na promoção da produção e uso de combustíveis sustentáveis para aviação (SAF). Atualização da regulamentação (Resolução ANP nº 778/2019); Projeto ProQR; RenovaBio.
Entendendo o potencial dos SAF: balanço de carbono dos combustíveis de aviação fóssil versus alternativos.

 

Fábio Vinhado, Dr.
Mestre e doutor em Química pela USP. Servidor de carreira da ANP desde 2006, locado no Centro de Pesquisas e Análises Tecnológicas (CPT),em Brasília. Coordenador Geral do CPT, e desde 2015. Membro do Comitê D02 (petróleo e combustíveis da ASTM) da ASTM e do Subcomitê D02.J (combustíveis de aviação da ASTM).
Lorena Souza, Dra.
Especialista em regulação da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), desde 2013, atuando, atualmente, no Centro de Pesquisas e Análises Tecnológicas da agência. Concluiu, em 2019, o doutorado em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos pela UFRJ, onde desenvolveu pesquisa relacionada ao mapeamento multicritério para seleção de oleaginosas para produção de bioquerosene de aviação.
Marcelo de Freitas Gonçalves
Graduado em Engenharia Química na FEI – Faculdade de Engenharia Industrial, com MBA pelo IBMEC. Atua no Desenvolvimento Tecnológico da Embraer. Tem participado de uma série de projetos no Brasil e no exterior colaborando no desenvolvimento de combustíveis alternativos sustentáveis para aviação, como nas rotas HEFA e SIP e em consórcios Europeus do FP7 como o SWAFEA e entre 2012 e 2016 no consórcio ITAKA. Foi consultor no projeto que elaborou o “Roadmap for Sustainable Aviation Biofuels for Brazil”. É o representante da Embraer no Centro de Pesquisa para Biocombustível Sustentável de Aviação em parceria com a Boeing e ainda no comitê de “Combustíveis de Aviação” da ASTM International e no Technical Fuel Group da ICAO – International Civil Aviation Organization.

INSCREVA-SE